Acesso Reservado

Entre na sua conta.

(Z1) 2020 - Águas do Algarve - Vídeo

RTA e ARS Algarve promovem reunião de trabalho sobre o COVID-19

RTA e ARS Algarve promovem reunião de trabalho sobre o COVID-19

Apesar de não ter sido confirmado nenhum caso de pessoas infectadas com o novo coronavírus (COVID-19) no Algarve, até às 13 horas desta sexta-feira, dia 06, e encontrando-se o grau de risco em constante avaliação pelas entidades competentes, a Administração Regional de Saúde do Algarve (ARS Algarve) e a Região de Turismo do Algarve (RTA) têm vindo a acompanhar a evolução deste fenómeno em estreita articulação, dando sequência às orientações da Direção-Geral da Saúde.

Assim, os presidentes da RTA, João Fernandes, e da ARS Algarve, Paulo Morgado, entenderam fundamental reunir com as associações representativas do sector do Turismo para informar sobre a evolução da epidemia, esclarecer sobre as respostas de saúde disponíveis e estabelecer procedimentos para a prevenção e controle de infeção nas empresas.

 

Estiveram representadas a Associação Turismo do Algarve (ATA), Associação dos Hotéis e Empreendimentos Turísticos do Algarve (AHETA), Associação dos Industriais Hoteleiros e Similares do Algarve (AIHSA), Associação da Hotelaria, Restauração e Similares de Portugal (AHRESP), Associação da Hotelaria de Portugal (AHP), Associação Empresarial da Região do Algarve (NERA), Aeroporto de Faro, Associação Mundial de Turismo de Saúde e Bem-Estar (AMTSBE), Rota Vicentina e Associação Portuguesa de Portos de Recreio (APPR).

 

As entidades públicas e privadas têm um papel fundamental a desempenhar na protecção da saúde e na segurança de residentes e visitantes, pelo que a estreita cooperação entre o Estado e as empresas é crucial na limitação de eventuais impactos negativos sobre a sociedade e a economia.

 

Nesse sentido, foram recolhidos os contributos destas associações sobre as principais preocupações e necessidades apuradas junto dos respectivos associados, tendo igualmente sido avaliado o grau de implementação dos planos de contingência ao nível das empresas. De igual modo, o presidente da ARS Algarve disponibilizou-se para fazer uma ação de formação dirigida aos diretores de hotel sobre o COVID-19, o que deverá acontecer em breve.

 

Para o Algarve é essencial garantir que o sector contribua para a contenção do COVID-19, por forma a garantir segurança e minimizar o impacto actual e futuro na operação turística regional.

 

Recorde-se que a OMS declarou este surto uma Emergência de Saúde Pública de Interesse Internacional e emitiu um conjunto de Recomendações Temporárias, todavia não recomendou nenhuma restrição de viagens ou comércio com base nas informações actualmente disponíveis.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos