Acesso Reservado

Entre na sua conta.

(Z1) 2020 - Águas do Algarve - Vídeo

1 ano de Plano Nacional das Artes

1 ano de Plano Nacional das Artes

Assinala-se hoje 1 ano da apresentação pública do Plano Nacional das Artes (PNA), um compromisso das áreas governativas da Cultura e da Educação.

Ao longo deste ano, o PNA contou com o envolvimento de mais de 60 artistas e associações culturais, que integraram residências artísticas nas escolas, que preparam ações de formação destinadas a professores e mediadores culturais, e que estão a desenvolver recursos educativos digitais.

Neste primeiro ano de PNA foi possível, através do programa Indisciplinar a Escola, chegar a mais de 20 mil alunos, 400 professores, de 65 agrupamentos, em 16 distritos e nas regiões autónomas, envolvendo 49 municípios.

No âmbito deste programa, concretamente através da implementação da medida Projeto Cultural de Escola, foram desenvolvidos e trabalhados temas como Transumância, “O Outro que era eu”, Quebrar os muros da Escola, A Escola também é um Museu? Ou, Património e Cidadania, Urbanidade X Interioridade, A Escola invade a Comunidade, entre outros.

Para o próximo ano letivo 2020/21, e até ao momento, mais 38 agrupamentos escolares já manifestaram interesse em juntar-se ao Indisciplinar a Escola.

Respondendo ao compromisso cultural e educativo que define o PNA, realizaram-se dezenas de iniciativas de divulgação, formação e reflexão pública, um pouco por todo o território nacional. Têm vindo igualmente a ser desenvolvidas parcerias e protocolos de colaboração com os Governos Regionais dos Açores e da Madeira, com as Direcções Regionais de Cultura, com as Autarquias e as Universidades, assim como com instituições culturais e Centros de Formação de professores, com o objetivo de criar condições estruturais para uma verdadeira participação e democracia cultural, em que cada um se responsabilize pelo horizonte cultural de todos.

Nos últimos três meses, para dar resposta ao contexto de pandemia COVID-19, que obrigou ao fecho das escolas por todo o país, foi ainda criada uma nova área no site www.pna.gov.pt, no qual foram disponibilizados mais de 200 recursos educativos digitais, apoiando professores, pais e alunos.

A olhar para o futuro, é divulgada hoje online a Academia PNA, uma iniciativa concebida por artistas e especialistas, que irá arrancar já durante o segundo semestre de 2020. A academia abre com um conjunto de 10 acções de formação acreditadas, em formato digital e presencial, e destina-se a docentes, educadores, artistas e mediadores culturais e compreende conteúdo interdisciplinar, cruzando cultura, arte e património com as diferentes áreas científicas curriculares – estas acções de formação decorrerão em parceria e colaboração com os Centros de Formação de Associação de Escolas, existentes em todo o país.

Da agenda das próximas iniciativas do PNA consta também a promoção de um Encontro Europeu sobre Políticas Culturais, durante a Presidência Portuguesa da União Europeia, que decorre no primeiro semestre de 2021. Este debate irá realizar-se no Porto Santo, onde o PNA está a desenvolver um programa de residências artísticas e de pensamento, e visa, sobretudo, contribuir para uma reflexão sobre políticas culturais e a articulação entre arte, comunidade e educação – este projeto da Escola do Porto Santo é uma parceria entre o PNA, o Governo Regional da Madeira, o Município do Porto Santo e a Associação Porta 33.

O PNA é uma estrutura de missão, criada pelos Ministérios da Cultura e da Educação para um horizonte temporal de 10 anos, com o objectivo de promover e aproximar a cultura, as artes e o património dos cidadãos, especialmente crianças e jovens. O PNA articula o seu trabalho com a Comissão Científica de Acompanhamento que integra o Plano Nacional de Leitura, o Plano Nacional de Cinema, o Programa de Educação Estética e Artística, a Rede de Bibliotecas Escolares e a Rede Portuguesa de Museus.

  • PARTILHAR   

Outros Artigos