Acesso Reservado

Entre na sua conta.

(Z1) 2020 - Águas do Algarve - Vídeo

1º de Maio - Dia do Trabalhador - Lagos, trabalhadores e trabalho

1º de Maio - Dia do Trabalhador - Lagos, trabalhadores e trabalho

Celebra-se anualmente (em Portugal, em Liberdade e após a Revolução de 25 de Abril de 1974), o 1º de Maio, o «Dia do Trabalhador».

Esta efeméride evoca os acontecimentos que tiveram lugar na cidade de Chicago, nos Estados Unidos da América, no 1º de Maio de 1886.

Nesse dia, mais de 500 mil trabalhadores saíram às ruas, numa manifestação pacífica, e reivindicaram a redução da jornada de trabalho para 8 horas. Quando a polícia tentou dispersar essa manifestação, feriu e matou dezenas de operários.

Em 1841, a nível laboral, o município de Lagos era muito diferente do actual. Recorrendo à «Corografia, ou Memória Económica, Estadística, e Tipográfica do Reino do Algarve», de João Baptista da Silva Lopes, ficamos a saber que «as pescarias são o principal ramo de riqueza desta cidade [...]», com pouco mais de «400 marítimos matriculados».

«Os campos dos arredores desta cidade estão bem cultivados, cobertos de vinhas, figueiraes, e searas [...].

Colhe cereaes e legumes de sobejo para seu consumo, de sorte que exporta trigo, cevada, favas e tremoços, assim de sua produção [...].

O figo he um dos principais ramos da producção do seu terreno; secca-se e exporta-se bastante, consome-se muito na distillação para aguardente [...].

Por todos estes respeitos reina alli a abastança; a classe mais pobre não vê ali o rosto da fome; porque o mar, as praias, as rochas, e a terra lhe sub-ministrarão artigos, com que a pouco ou nenhum custo se alimentão: peixe guapo, excelentes mariscos enterrados nas praias ou pegados ás rochas, hervas e fructos em quantidade, milho, e principalmente figos são deste número [...]».

As imagens acima retratam uma realidade já pouco lembrada ou conhecida da larga maioria dos lacobrigenses.

São dos tempos em os trabalhadores não tinham direitos, e em que era proibido celebrar-se o «1º de Maio», o seu dia.

in Revista Nova Costa de Oiro https://www.novacostadeoiro.com/

  • PARTILHAR   

Outros Artigos